TIMOR-DIÁSPORA – TANE TIMOR

TANE TIMOR – TOMADA DE POSSE DA NOVA DIRECÇÃO

tanetimor12out2013a

As nossas felicitações à nova Direcção da Tane Timor pela toma de posse e pela apresentação do Programa de Actividades no dia 12 de Outubro de 2013, no Auditório Infante D. Henrique e na Sede da associação.

tanetimor12out2013b

Foi significativa a presença dos sócios e amigos que sempre estiveram ao nosso lado durante o tempo da luta e desde a independência nacional em 20 de Maio de 2002.

tanetimor12out2013c

tanetimor12out2013m

Queremos salientar a presença e a participação dos bolseiros, todos ou muitos dos quais já nos conhecíamos graças aos encontros realizados na Casa dos Salesianos em Campo de Ourique, Oficinas de São José. A Ângela Belo foi porta-voz destes jovens que têm exemplarmente investido todos os esforços para o êxito nos estudos, apesar das dificuldades referidas pela representante e pela mensagem expressa através da canção cantada e talvez composta pelos jovens. ff. ver o discurso da Ângela a seguir

Temos a certeza de poder colaborar na realização dos programas de actividades da nova direcção, planos e programas com os quais temos vindo a partilhar por ocasião de diferentes encontros e de acções organizadas pela associação ou organizadas em conjunto.

tanetimor12out2013g

tanetimor12out2013u

tanetimor12out2013s

A Sra. Embaixadora

Natália Carrascalão, no seu longo discurso, exortou os bolseiros a continuarem pela materialização dos seus objectivos académicos e profissionais, salientando que as dificuldades decorrentes do atraso no pagamento das bolsas têm sido comuns, atingindo tanto os estudantes com os membros da Missão Diplomática da RDTL em Portugal, incluindo a sua própria pessoa. tanetimor12out2013d

Foi dada à representação da COCC TD2012 o privilégio de apresentar as suas actividades e de desafiar os presentes para continuar a realizar em conjunto as acções e projectos em curso e a criar novos espaços de participação na concretização do Plano Estratégico de Desenvolvimento 2011-2030 (PED 2011-2030).

Não faltou a parte cultural: Récita de poesias e canto pelo Adido de Cultura e Responsável da Secção Consular José Amaral e dança timorense pelos bolseiros.tanetimor12out2013qtanetimor12out2013v

Pl’COCC TD2012

AlbertoAraújo

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

“O meu nome é Ângela Belo e estou a dirigir-me a vós em nome de todos os estudantes timorenses bolseiros e não bolseiros.angelaporto12out2013f

Em primeiro lugar, quero agradecer o convite da Tane Timor com o qual nos sentimos muito honrados. E é com todo o gosto que nós, estudantes timorenses, saudamos a nova direcção da Tane Timor, que hoje, formalmente, toma posse na pessoa do maun João Barros. Ainda, quero saudar todos os presentes, esperando que passem uma tarde agradável na nossa companhia.

Os estudantes timorenses, bolseiro e não bolseiros, são a grande maioria dos habitantes timorenses no Porto. É em relação a nós que grande parte da actividade da Tane Timor é dirigida, o que muito agradecemos.

Como suporão, não é fácil ser estudante timorense em Portugal: às dificuldades da inserção num país estranho, numa comunidade estudantil tão diferente da que estávamos habituados, soma-se uma língua latina, muitíssimo complexa, tão diferente da nossa língua materna. É difícil entender as aulas; é difícil estudar; difícil escrever o que estudámos e o que sabemos.tanetimor12out2013zz

Toda a ajuda é preciosa e é, simultaneamente, pouca, pois sentimos tantas dificuldades quanto são grandes as saudades da família, dos nossos amigos, do calor e dos cheiros com que nascemos e nos fizemos gente. Mas lutamos todos os dias para honrar a memória dos nossos avós, gente humilde e guerreira que deu uma grande lição a todo o mundo; lutamos todos os dias para honrar os mortos do Mate Bien, de Valo, do Suai… A nossa luta agora é outra, mas trazemos no nosso peito a glória do nosso povo, mártir de tantas lutas…

Nos nossos verdes anos, sabemos que podemos ajudar a nossa nação a ser efectivamente livre: com a sabedoria que estamos empenhados em adquirir. Temos vontade e somos capazes de ultrapassar muitos obstáculos: os nossos amigos que já terminaram e se encontram a trabalhar em Timor são a prova disso. Mas também nos sentimos desprotegidos quando não sabemos como vai ser o nosso amanhã, quando não sabemos como vamos pagar as inscrições, as propinas, a renda do quarto, os livros, a comida, o passe do autocarro…

Precisamos de que tenham mais atenção à situação dos estudantes que aqui tentam aprender para fazer da sua pátria o paraíso que merece ser. Amamos o nosso país, merecemos que não se esqueçam de nós.tanetimor12out2013v

E este foi o nosso desabafo sentido: precisamos de que nos seja dada a protecção adequada para que possamos continuar os nossos estudos. E agradecemos à Tane, na pessoa de maun João Barros, todo o carinho com que temos sido apoiados.

Obrigada por nos escutarem, minhas senhoras e meus senhores”

Sobre timordi

50-60 em Escola Salesiana de Lahane, Colégio de Maliana, Seminário de Nossa Senhora de Fátima em Dare, Dili, Timor L/L. 1960-1965 em Macau, Seminário de S. José. 1966-1973 em Same, zona Sul de Timor L/L. 1973-1983 em Roma, LIcenciatura em Filosofia e Curriculum de Doutoramento em Filosofia na Universidade Gregoriana. 1983 em Portugal, projecto de vida - Filosofia, professor, Curriculum de Mestrado em Filosofia, Fundação e Presidente da Associação Timorense (AT) entre 1983 e 1985 (criada com objectivo particular de Espaço de Diálogo e de Formação de Quadros Timorenses na Diáspora e no Interior - Sítio: wp.timor-diaspora.com/wp-login.php). Membro da Comissão Política do Conselho Nacional da Resistência Timorense (CNRT). Organiza e participa nos Encontros e Conferências de Vila Moura (Algarve, Portugal), Melbourne (Austrália) Darwin (Austrália). Lecciona Filosofia no Seminário Maior S. Pedro e S. Paulo em Fatumeta, Dili (Timor L/L) entre 2000 e 2002. Na sequência da dissolução do CNRT em 2002, opta por desenvolver actividades na Diáspora - Defende uma Política de Diáspora; cria Assoicaição Apoio à Diocese de Baucau (Sítio - http://aadb.home.sapo.pt); organiza a comemoração na Diáspora do 10º Aniversário da Independência de Timor L/L; coordena o Grupo COCC 2012 (Comissão Organizadora de Conferências e Congressos com início de actividades em 2011/2012. Com a COCC 2012 organiza o Primeiro Congresso de Sociedade Civil de Diáspora da CPLP (Comunidade dos Países de Língua Portuguesa) e a Lusofonia.
Esta entrada foi publicada em Timor-Diáspora. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *