PROCURO PARA AGRADECER

Alunos do 6º Ano, Turma F, 1999, Escola D. Pedro IV, Queluz

                PROCURO PARA AGRADECER

Procuro, para agradecer, os alunos do 6º Ano, Turma F, de setembro de 1999, Escola D. Pedro IV, Queluz. Escreveram o seguinte texto, que tenho guardado e guardarei sempre com carinho para com estes companheiros de luta – pré-adolescentes de cerca de 11 anos; hoje terão por volta dos 31 anos. Os cordiais votos dos melhores e maiores sucessos pessoais e profissionais.

Obrigado por terem estado connosco, num momento tão crítico para a  nossa História e também para a História de Portugal. E, juntos, vecémos! Dizíeis: “Timor há-de ser o país do Sol Nascente”. E, na verdade, somos o primeiro país independente do Século XXI. Temos apenas 17 anos de independência nacional  – autênticos bebés na História das Nações e na história da humanidade: somos o Benjamim da Família Lusófona.

Xanana Gusmão disse no Fórum de Lisboa (não me lembro da data, mas os presentes se lembrarão): “A luta foi difícil, mas, mais difícil ainda será a construção da Nação”. E estamos a sentir na carne e no espírito quão difícil é, efectivamente, “a construção da Nação”!

Gostaria/íamos de vos conhecer, repetindo, para agradecer a cada um, pessoalmente, e a todos. E quero agradecer-vos pessoalmente, na qualidade de Membro da Comissão Política do CNRT (Conselho Nacional da Resistência Timorense) e responsável pela Pasta da Educação, até a reentrada em Timor do Presidente Xanana Gusmão, ao lado de um CNRT redefinido e adaptado ao contexto. E, ao agradecer-vos, queremos tornar a testemunhar o nosso profundo reconhecimento para todas as criança, adolescentes, jovens, estudantes, profissionais, políticos, enfim, para todo o povo irmão português, por terem estado sempre connosco, então, hoje e no futuro.

Aqui tendes os nossos contactos: timordiaspora@gmail.com ; diasporalusofona.nov2015@gmail.com ; https://timor-diaspora.org/ ; http://plataformadadiasporalusofona.org

Lisboa, 13jan2019

Em Ritual de Umalisan Laklomantelo, na Casa Sagrada, ago-set/2014

Texto:

Sobre timordi

50-60 em Escola Salesiana de Lahane, Colégio de Maliana, Seminário de Nossa Senhora de Fátima em Dare, Dili, Timor L/L. 1960-1965 em Macau, Seminário de S. José. 1966-1973 em Same, zona Sul de Timor L/L. 1973-1983 em Roma, LIcenciatura em Filosofia e Curriculum de Doutoramento em Filosofia na Universidade Gregoriana. 1983 em Portugal, projecto de vida - Filosofia, professor, Curriculum de Mestrado em Filosofia, Fundação e Presidente da Associação Timorense (AT) entre 1983 e 1985 (criada com objectivo particular de Espaço de Diálogo e de Formação de Quadros Timorenses na Diáspora e no Interior - Sítio: wp.timor-diaspora.com/wp-login.php). Membro da Comissão Política do Conselho Nacional da Resistência Timorense (CNRT). Organiza e participa nos Encontros e Conferências de Vila Moura (Algarve, Portugal), Melbourne (Austrália) Darwin (Austrália). Lecciona Filosofia no Seminário Maior S. Pedro e S. Paulo em Fatumeta, Dili (Timor L/L) entre 2000 e 2002. Na sequência da dissolução do CNRT em 2002, opta por desenvolver actividades na Diáspora - Defende uma Política de Diáspora; cria Assoicaição Apoio à Diocese de Baucau (Sítio - http://aadb.home.sapo.pt); organiza a comemoração na Diáspora do 10º Aniversário da Independência de Timor L/L; coordena o Grupo COCC 2012 (Comissão Organizadora de Conferências e Congressos com início de actividades em 2011/2012. Com a COCC 2012 organiza o Primeiro Congresso de Sociedade Civil de Diáspora da CPLP (Comunidade dos Países de Língua Portuguesa) e a Lusofonia.
Esta entrada foi publicada em Timor-Diáspora. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *